Plano de Capacitação em Recursos Hídricos é tema de reunião entre Crea-PI e Semar

 

O Presidente do Crea-PI, Ulisses Filho, reuniu-se nesta terça-feira (23), com o Gerente de Projetos da Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Estado do Piauí-Semar ,Pedro Benjamim, o Diretor de Recursos Hídricos da Semar, Marcos Felinto, e a Coodenadora de Gestão Participativa, Lidiane Matos,na sede deste Conselho. A reunião contou também com a presença do Assessor da Presidência deste Conselho, Francisco Lira.

Em debate, a apresentação do Plano de Capacitação em Recursos Hídricos que tem como finalidade oferecer cursos de capacitação em gestão de águas subterrâneas tendo como público-alvo profissionais relacionados a área.

As águas subterrâneas tem sido um tema pouco abordado na gestão de recursos hídricos. Um exemplo disso, é a rede de monitoramento existente. Enquanto para as águas superficiais há uma extensa rede de monitoramento, a de águas subterrâneas está resumida a poucos aquíferos. Pensando nessa problemática, que tem como agravante poucos profissionais qualificados,a parceria entre Crea-PI e Semar propiciará cursos profissionalizantes visando a qualificação dos mesmos.

Para o Presidente Ulisses Filho esses cursos serão voltados “não somente para a perfuração de poços, mas também na captação de água. Será um curso completo de seis módulos”, afirmou.

“Esse Plano de Capacitação possibilitará cursos de Outorga para águas subterrâneas, Hidráulica de poços e Gestão de águas subterrâneas, celebrando essa parceria entre ambos”, declara Marcos Felinto.

O Gerente de Projetos da Semar, Pedro Benjamim ressalta que, inicialmente, será realizado cursos básicos e, posteriormente, os mais complexos. “A ideia é que possamos viabilizar cursos relacionados a gestão de recursos hídricos não somente relacionados a águas subterrâneas, mas cursos de segurança de barragens, cursos de águas superficiais e monitoramento”, afirmou.

Na oportunidade, também foi discutido a construção do Termo de Cooperação entre ambos com a finalidade de troca de informações e uma ação conjunta na fiscalização.

Similar Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.