Conselheiro do Crea-PI participa do 1º Workshop sobre Pecuária de Corte em Palmeira do Piauí

O conselheiro da Câmara Especializada de Agronomia do Crea-PI, Eng. Agr. João Emílio Pinheiro, participou do 1º Workshop sobre Pecuária de Corte: “Alternativas tecnológicas para uma pecuária de corte sustentável”, ocorrido no dia 18 de março último, em Palmeira do Piauí.

O evento foi uma iniciativa do conselheiro do Crea-PI e da Embrapa Meio-Norte, que contou com a presença do chefe-geral da Embrapa Meio Norte, Dr. Anísio Lima Neto, que visitou, no dia anterior ao evento, os produtores do município, para verificar as condições da criação e embasar sua apresentação.

A palestra “Alternativas tecnológicas para melhoria de desempenho na pecuária de corte” foi ministrada pelo Med. Vet. Anísio Lima Neto, e reuniu produtores locais, técnicos de fazendas da região, professores da Universidade Federal do Piauí- Campus de Bom Jesus, técnicos da Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural do Piauí (Emater-PI), técnicos da Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Piauí – (Adapi), e representantes de empresas de insumos, com o objetivo de discutir a importância da atividade de gado de corte no sul do Piauí.


Na ocasião, o conselheiro do Crea-PI, Eng.Agr. João Emílio Pinheiro, enfatizou a importância do Workshop para a discussão sobre a atividade de gado corte, que tem um mercado em expansão na região. “Tivemos uma boa participação neste primeiro evento. O pesquisador e chefe-geral da Embrapa, Med. Vet. Anísio Lima Neto, apresentou aspectos importantes da atividade, como o manejo nutricional, com ênfase na utilização das pastagens, de uma forma didática, de modo que todos puderam compreender sobre as principais técnicas de manejo da criação, com destaque para o mercado da carne bovina, que está em crescimento, pois estados vizinhos estão comprando animais produzidos no sul do Piauí. Agradeço o suporte do Crea-PI ao evento e aos profissionais presentes, que poderão ser engajados em uma atividade que está em crescimento e que gera empregos. Tudo isso fortalece o Sistema Confea/ Crea e Mútua, na medida em que amplia o mercado de trabalho para os profissionais da Agronomia, da Engenharia e das Geociências. A Embrapa se comprometeu em retornar ao município de Palmeira a cada três meses, onde poderá desenvolver atividades de campo, como o melhor manejo das pastagens, mineralização dos rebanhos, mensurar os ganhos de peso mensal ou semestral, analisar a qualidade genética dos rebanhos e os cruzamentos possíveis. Então, houve um compromisso das instituições presentes em organizar um grupo de trabalho e uma agenda de campo, para colocar em prática nos próximos meses”, afirmou.

Similar Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.