Congresso Brasileiro de Agronomia reúne cerca de 600 participantes

O coordenador da Câmara Especializada de Agronomia (CEA) do Crea-PI, o Eng.Agr. João Emílio Pinheiro, juntamente ao coordenador adjunto da CEA, Eng. Agr. Olavo Vieira, e os conselheiros deste Conselho Regional, o Eng.Agr. Antônio José Sales e o Eng.Agr. Raimundo Nonato, estão participando do 32º Congresso Brasileiro de Agronomia, o maior evento do segmento do Brasil, que iniciou-se na noite desta terça (19), em Florianópolis, e ocorre até essa sexta-feira (22). Em sua 32ª edição, o maior evento da agronomia brasileira reunirá cerca de 600 pessoas, no decorrer dos quatro dias de evento. Para tanto, todas as medidas sanitárias estão sendo adotadas no local.

O 32º CBA tem como tema central os “Desafios profissionais no mundo em transformação”, e tratará de assuntos relacionados à política profissional e a aspectos que afetam todo o setor produtivo e a segurança alimentar da população. Ao longo do evento, serão 14 painéis com cerca de 40 palestrantes nacionais e internacionais,  entre eles, Alejandro Luis Bonadeo, vice-presidente da Associação Mundial dos Engenheiros Agrônomos (AMIA), e os ex-ministros da Agricultura Alysson Paolinelli e Roberto Rodrigues.

Na abertura, o presidente da Confederação dos Engenheiros Agrônomos do Brasil (Confaeab), eng. agr. Kleber Santos, falou do relevante papel do país no cenário mundial e fez uma análise do panorama atual: “O Brasil é mundialmente reconhecido pelo relevante papel no abastecimento de alimentos, fibras e energias renováveis; com capacidade extraordinária para desenvolvimento do agronegócio (inclusive, agricultura familiar). Além da atenção ao mercado interno, o Brasil exporta para cerca de 180 países e alimenta mais de 1,5 bilhão de pessoas. Utiliza 8% da área para produção agrícola e pecuária, sendo que conserva 66% do território nacional. A diversificada matriz agropecuária envolve mais de 400 produtos, com o uso de tecnologias sustentáveis, com geração de emprego e renda”, analisou.

Kleber ainda falou da inovação no formato do evento, e a oferta de conferências, palestras com temas relevantes, minicursos, mesas-redondas e painéis de debates sobre temas ligados à Agronomia. “Pela primeira vez na história, em função da pandemia, o CBA acontece de forma híbrida. Esta inovação, além de viabilizar a participação de todos no Congresso, permitirá o acesso a toda a programação científica”, anunciou o presidente da Confaeab. O CBA também recebeu o engenheiro agrônomo Alysson Paolinelli, ex-ministro da Agricultura e indicado ao Nobel da Paz 2021, que contou com o apoio formal do Confea.

Nos quatro dias de palestras, com 14 painéis e mais de 40 palestrantes, serão debatidos temas como: “Desafios profissionais no mundo em transformação”; “Exercício e ética profissional no mundo em transformação”; “Infraestrutura e logística no agronegócio”; “Recursos hídricos e conservação do solo”; e “Gênero e intergeracionalidade na atividade profissional”, que, inclusive, contará com a presença da integrante do Programa Mulher do Confea, a conselheira federal eng. agr.  Andrea Brondani da Rocha. O conselheiro federal eng. agr. Daniel Roberto Galafassi também vai participar do painel: “Assistência técnica e políticas públicas”, assim como o chefe de gabinete, Luiz Antonio Rossafa.  O evento conta com patrocínio do Confea.

Confira a programação completa do CBA.

Para participar, clique aqui.

Equipe de Comunicação do Confea

Similar Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.