6º Reunião do Colégio de Presidentes acontece até essa sexta-feira (02) em Teresina

Com a presença de autoridades nacionais e regionais da engenharia, agronomia e as geociências, iniciou-se, na manhã desta quarta-feira (30), em Teresina, a 6º Reunião Ordinária do Colégio de Presidentes do Sistema Confea/Crea e Mútua, fórum que congrega todos os presidentes das instituições que compõem o Sistema Profissional. O evento acontece até essa sexta-feira, dia 2 de dezembro.

A abertura do evento foi realizada pelo presidente do Crea-PI e coordenador do Colégio de Presidentes,Ulisses Filho, e pelo presidente do Confea, Eng.Civ.Joel Krüger, com a presença de dois integrantes da Assembleia Legislativa do Piauí: os deputados estaduais eng. agr. Francisco Limma (PT) e eng. civ. Henrique Pires (MDB), o secretário de Infraestrutura de Teresina, Deusval Lacerda, representando a governadora do Estado, Regina Souza, o presidente do Sinduscon Teresina, o Eng.Civ.Guilherme Fortes, e o diretor-presidente da Mútua, Francisco Almeida.

O evento contou com a presença dos conselheiros e inspetores do Crea-PI, diretores regionais da Mútua-PI e representantes de entidades de classe regionais.

Precisamos tomar essa decisão”, pontuou o presidente do Confea, eng. civ. Joel Krüger, ao abrir os trabalhos da sexta reunião ordinária de 2022 do Colégio de Presidentes do Sistema Confea/Crea e Mútua. Krüger se referia à revisão da Resolução n. 1.025/2009, que estabelece regras para emissão de Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) e de Certidão de Acervo Técnico (CAT). O normativo precisa ser atualizado, tendo em vista a nova Lei de Licitações (n. 14.133/2021), mas está encontrando impasses entre as áreas técnicas dos conselhos e seus presidentes. Atualmente, as regras para licitações podem obedecer à ambas as leis nova e antiga (n. 8.666/1993), mas, a partir de março de 2023, somente a nova vai valer, e requer adaptações de alguns normativos do Sistema Confea/Crea e Mútua. “Serão três dias altamente produtivos. Teremos um excelente Colégio de Presidentes”, exclamou o dirigente do Conselho Federal, motivando os demais presidentes.

O presidente abriu fala agradecendo a presença de todos no último CP do ano. “Estamos finalizando o ano de discussões proveitosas sobre assuntos ligados ao Sistema Confea/ Crea e Mútua. O sucesso do CP é o fruto da união dos presidentes dos Creas, do Confea e da Mútua na busca de uma engenharia mais forte. Teremos discussões importantes como a Resolução n. 1.025/2009, a uniformidade de procedimentos em cobrança de anuidade de PJ, um programa de Transferência de Recursos para Fortalecimento da Fiscalização, entre outros assuntos”, disse.

A abertura do fórum contou com dois integrantes da Assembleia Legislativa do Piauí: os deputados estaduais eng. agr. Francisco Limma (PT) e eng. civ. Henrique Pires (MDB). “A retomada do emprego e renda passa pelas mãos do engenheiro e dos agrônomos. O Piauí vem se destacando como um estado que tem crescido nas energias renováveis, no fortalecimento da agricultura familiar, no agronegócio. Coloco-me à disposição dos senhores e senhoras como agrônomo e como apaixonado pela área, disse o primeiro. “Estou sempre preocupado não só com a questão dos profissionais da engenharia, mas com tudo aquilo que é importante potencializar para nossa sociedade. O que seria do Brasil e do mundo sem essa capacidade que todos os que fazem o Sistema Confea/Crea e Mútua têm?”, afirmou Pires, que também se colocou à disposição das lideranças.

deputado estadual eng. agr. Francisco Limma (PT)
Deputado estadual eng. civ. Henrique Pires (MDB)
secretário de Infraestrutura de Teresina, Deusval Lacerda
Na ocasião, o presidente do Sinduscon Teresina, o Eng.Civ.Guilherme Fortes, entregou ao presidente do Confea, Joel Krüger, e aos presidentes de Creas um broche no formato do mapa do Piauí feito de Opala.

 

Equipe de Comunicação do Confea e do Crea-PI
Fotos: Marck Castro/Confea

Similar Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.